16 de outubro de 2018 - 19:52

Cidades

09/10/2018 15:03 Por: follhamax

Imóveis em VG chegam a ser 30% mais baratos que Cuiabá

Marcos Adriano de Almeida e trabalha como mecânico, o jovem de 25 anos e decidiu comprar o primeiro imóvel em Várzea Grande, a escolha pelo local foi baseada pelo valor até 30% mais em conta do que em Cuiabá.

“Já não estava mais aguentando pagar aluguel, então pesquisei alguns locais e decidi morar no bairro Canelas, devido ao fato dos imóveis apresentarem o melhor custo e benefício”, afirma Marcos.

O mecânico contou com a ajuda da corretora Patrícia Theodoro da Imoveli Imobiliária que atua há 8 anos no segmento.

Segundo Patrícia os clientes Marcos e sua esposa Polyane de Almeida foram um grande desafio e também um presente para mim,  vieram através de indicação então eu tinha que dar o meu melhor.

“A confiança que tiveram no meu trabalho e ver eles realizarem o sonho da casa própria, foi para nós uma grande realização”, afirma a corretora.

De acordo com Erika Bankow, sócia-proprietária da Imoveli, além do valor mais em conta encontrado em Várzea Grande, a cidade tem bairros mais próximos da região central, com vias rápidas e duplicadas.

Por exemplo uma casa no bairro Nova Fronteira custa cerca de R$ 125 mil reais, e uma pessoa com uma renda de R$ 1.800,00, que já trabalhou no mínimo 3 anos de carteira assinada, contado desde o 1º emprego,  paga uma parcela de R$ 540,00, entrada de R$ 14.685,00 e ainda pode usar o FGTS. O comprador ainda tem a opção de dividir em até 10x a entrada.

Segundo Paula Theodoro, sócia-proprietária da Imoveli, a empresa atua com quase todos os empreendimentos do programa “Minha Casa, Minha Vida”.  A empresa oferece também loteamento, casas novas prontas para morar em condomínio ou lotes residenciais e apartamentos em vários bairros de Várzea Grande e o melhor é que no máximo em 3 meses ela já pode estar dentro de sua casa, e não precisa mais pagar aluguel .

“Hoje nosso diferencial está em oferecer uma consultoria completa no processo de compra do imóvel, do primeiro atendimento até a entrega das chaves, passando pela parte do financiamento, acompanhando todo o processo até a assinatura com o banco, pois  a Imoveli é correspondente bancário da Caixa Econômica Federal”, garante a Paula.

A escolha da Imoveli em expandir os negócios em Várzea Grande foi devido ao crescimento da construção civil na cidade.

“Percebemos que não havia muitas imobiliárias e a construção civil estava crescendo muito. Foi bem nessa época que foi implementado o Programa Minha Casa Minha Vida e sabíamos do interesse em grandes construtoras se instalarem em Várzea Grande”, garante Erika.


Copyright 2016 -  Todos os direitos reservados

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo