16 de outubro de 2018 - 18:56

Política

10/10/2018 09:19

Médico "explode" nas urnas em Tangará e tira dois deputados da Assembleia

Dr. João conseguiu sua vaga derrotando Saturnino Masson e Wagner Ramos em Tangará da Serra

As eleições de 2018 em Tangará da Serra (245 km de Cuiabá) impuseram uma derrota significativa a dois políticos tradicionais da região – os deputados estaduais Saturnino Masson (PSDB) e Wagner Ramos (PSD), que não conseguiram se reeleger na disputa eleitoral do último domingo (7). O candidato a deputado estadual mais votado no município foi o Dr. João (MDB), que teve o apoio do prefeito Fábio Junqueira (MDB), e obteve 14.357 votos na cidade. Ele conseguiu se eleger a uma das vagas na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT), com 19.936 votos, ficando em 15º lugar entre seus adversários.

Saturnino Masson – que já foi vereador e prefeito de Tangará da Serra, e foi eleito pela primeira vez ao cargo de deputado estadual em 2014 -, obteve no município 9.190 dos 13.434 votos que conseguiu em 2018, ficando de fora do parlamento estadual. Wagner Ramos não teve melhor sorte, e somou apenas 2.454 votos na cidade. No total, ele foi a escolha de 8.049 eleitores em todo o Estado. Ele estava em seu terceiro mandato como deputado estadual titular na AL-MT. 

Em 2014, quando foram eleitos à AL-MT, Wagner Ramos e Saturnino Masson apresentaram um desempenho melhor, somando, respectivamente, 14.548 e 13.901 votos, na cidade. Ambos foram os candidatos a deputado estadual mais votados de Tangará da Serra na disputa.

Já em relação aos deputados federais, o candidato mais votado em Tangará da Serra foi o filho de Saturnino Masson, Vander Masson (PSDB), que conseguiu 19.517 votos, seguido por Rogério Silva (MDB), que obteve 7.138 votos. Nenhum deles, no entanto, conseguiu se eleger à Câmara dos Deputados.

Nelson Barbudo (PSL) – o candidato a deputado federal mais votado de Mato Grosso, com 126.249 votos -, ficou em terceiro lugar em Tangará da Serra, sendo a escolha de 2.410 eleitores. Ele garantiu sua vaga à Câmara dos Deputados aproveitando a popularidade do candidato a presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), que conquistou 30.533 votos na cidade (68,27%). Fernando Haddad (PT) ficou em 2º lugar, com 6.423 votos (14,36%).

SENADO E GOVERNO DO ESTADO

Aproveitando ainda a onda de popularidade de Jair Bolsonaro, a senadora eleita Selma Arruda (PSL), que obteve 678.542 votos nas eleições de 2018, também foi a candidata ao Senado mais votada em Tangará da Serra, com 24.981 votos (33,12%). O pecuarista Carlos Fávaro (PSD) obteve 12.874 votos (17,07%), ficando em segundo lugar.

Jayme Campos, o segundo Senador eleito em 2018 por Mato Grosso, ficou apenas em 5º lugar, sendo a escolha de 8.563 votos (11,35%).

No Governo do Estado, o ex-prefeito de Cuiabá, e governador eleito por Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), conseguiu 21.576 votos (55,42%). O candidato à reeleição, Pedro Taques (PSDB), somou 8.428 votos (21,65%). O senador Wellington Fagundes (PR) ficou em terceiro lugar, sendo a escolha de 7.742 eleitores (19,89%).

Tangará da Serra possui o 5º maior colégio eleitoral de Mato Grosso, com 65.681 eleitores. O município conta com pouco mais de 101 mil habitantes.


Copyright 2016 -  Todos os direitos reservados

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo